Ligue-se a nós

ELEIÇÕES 2022

TSE acolhe 72% das sugestões da comissão de transparência para as eleições de 2022

Publicado

no

32 propostas apresentadas pela Comissão de Transparência Eleitoral foram imediatamente acatadas pelo Tribunal Superior Eleitoral| Foto: Abdias Pinheiro/Secom/TSE

* Ouça este conteúdo

O Tribunal Superior Eleitoral (TSE) acolheu, de forma completa ou parcial, 32 propostas feitas pelos integrantes da Comissão de Transparência Eleitoral (CTE) ainda para as eleições 2022. Esse número representa 72% do total de 44 propostas – o número inicial era 47, mas algumas repetições foram aglutinadas – e 25% delas (11 propostas) estão sendo avaliadas para as próximas eleições municipais. Apenas uma proposta foi rejeitada.

Segundo o TSE, o levantamento comprova o esforço para aprimorar o processo eleitoral e a responsividade em relação às contribuições recebidas dos integrantes da comissão. A CTE foi instituída por meio da Portaria nº 578, de 8 de setembro de 2021, para ampliar a transparência e a segurança de todas as etapas de preparação e realização das eleições.

às contribuições recebidas dos integrantes da comissão. A CTE foi instituída por meio da Portaria nº 578, de 8 de setembro de 2021, para ampliar a transparência e a segurança de todas as etapas de preparação e realização das eleições.

Nesta segunda-feira (13), o presidente do TSE, Edson Fachin, respondeu ao ofício no qual o ministro da Defesa, general Paulo Sérgio Nogueira, cobrou uma “discussão técnica” das sugestões apresentadas pelas Forças Armadas, em março, para aumentar a transparência e a segurança do sistema eletrônico de votação.

Fachin agradeceu pelas contribuições e reafirmou que as entidades fiscalizadoras (como as Forças Armadas, OAB, Ministério Público, Polícia Federal) poderão participar de todas as fases de auditoria dos softwares e equipamentos.

Fala Mara | com Gazeta do Povo

Anúncio
Clique para comentar

Deixe uma Resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Nosso WhatsApp

Publicidade

Publicidade