Ligue-se a nós

NOTÍCIAS

CORONÉ ROBÉRIO: Voto de cabresto agora é “reajuste” – artigo

Publicado

no

Aquele amor fraterno, movido por todo o dinheiro do mundo. É assim que o atual prefeito de Eunápolis faz as coisas andarem. 

Um amor tão fraternal que o impede de valorizar seus servidores até que saiba que poderá concorrer ao pleito de 2020. 

Coincidentemente, ao ser divulgada a notícia de que a candidatura dele foi deferida (sabe Deus por qual motivo), o gestor municipal anunciou o reajuste de servidores, inclusive dos professores. Reajuste negado no início do ano e, imediatamente concedido após decisão do juiz eleitoral.

É esse amor que o fraterno tem por seus servidores. É essa a consideração e o respeito que os trabalhadores recebem. Um “cala boca” para tentar abafar o descaso sofrido há anos, a desvalorização e desrespeito enfrentado pelos eunapolitanos.

Um tiro de misericórdia para tentar comprar uma alavancada em sua candidatura, sucumbida à corrupção, perseguição e desmandos no município.

Calar a boca do povo não é fácil, ainda mais quando o grito de liberdade está preso na garganta. A atitude é de desespero e mostra qual o seu verdadeiro interesse com os trabalhadores municipais. O voto de cabresto, agora chamado de “reajuste”.

Eunápolis pode escolher calar a boca e se anular, ou soltar a voz e voltar a crescer. por Isabella Crema

Clique para comentar

Deixe uma Resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *