Ligue-se a nós

POLÍTICA

Suposto filho pede suspensão de inventário de ACM

Publicado

no

Procedimento para comprovação do parentesco foi adiado por causa da pandemia da Covid-19

Foto: Reprodução

Está em tramitação, na 14° Vara de Família de Salvador, um processo que envolve uma das figuras mais populares da Bahia, o político Antônio Carlos Magalhães, morto em 2007. De acordo com informações publicadas neste domingo (07), no blog de Lauro Jardim, de O Globo, o processo, que corre em segredo de Justiça, é movido Luiz Antônio Flecha de Lima, conhecido como Tota, que solicitou a suspensão do inventário do ex-governador da Bahia.

De acordo com as informações trazidas por Jardim, Tota, que é filho do renomado embaixador Paulo Tarso Flecha de Lima e da embaixatriz Lúcia Flecha de Lima, seria fruto de um relacionamento do político baiano com a famosa amiga brasileira da princesa Diana, Lady Di. Segundo o blog, as informações foram confirmadas ao requerente da ação pelos pais, em seus respectivos leitos de morte.

Antônio Carlos Magalhães Junior, primogênito de ACM, teria concordado em realizar o exame de DNA para comprovação do parentesco, entretanto, por causa da pandemia, o procedimento teve que ser adiado.

 

Fonte: Tribuna da Bahia

Clique para comentar

Deixe uma Resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *