Ligue-se a nós

NOTÍCIAS

ARTIGO – Carreata da Esperança para uns, do desespero para outros (por Isabella Cremma)

Publicado

no

Uma festa linda, transbordando paixão, empolgação, esperança!

Pessoas que estavam ali por mudança, por amor. Ao som de “Cordéééééééélia”, as motos chegavam e arrepiavam quem aguardava o início da carreata em frente ao comitê. Foi dada a largada. Cordélia chegou com toda a sua simplicidade, correndo entre os carros e cumprimentando os apoiadores que já estavam ansiosos pelo início da festa.

Em cada rua, em cada bairro, por onde passava levantava os gritos, deixava espantados os olheiros em frente suas casas. “Dessa vez não tem pra ninguém”, disse um deles. Os olhos brilhando, os celulares a postos para não perder nenhum dos mais de 1.500 veículos que seguiam o trio que Cordélia estava.

A candidata, mais uma vez, deixou transparecer sua humildade sempre cumprimentando os moradores com muito carinho e enchendo seus corações de esperança. Esperança de quem já não aguenta mais tanta corrupção, tanto desdém.

Mas, se de um lado tinham os esperançosos, do outro tinham aqueles poucos, com a marca de um governo autoritário e perseguidor. Aqueles que jogaram garrafas nos carros, que tentaram impedir a festa em uma das avenidas mais badaladas de Eunápolis. Aqueles que queriam estragar a carreata pois há muito tempo já não sabem o que é democracia.

Os que estão desesperados, que por onde passam fazem questão de vomitar suas frases machistas, preconceituosas. Que querem calar a população que grita por liberdade, socorro!

A carreata da esperança foi apenas uma nhjamostra do que Eunápolis pode esperar durantes esses 45 dias de campanha. Uma mulher forte, guerreira, competente, que arrasta a multidão. Que fala com o povo, que ouve cada um. Que está disposta a fazer a cidade voltar a crescer.

Alguém que se preocupa com o outro, que não precisa fazer ninguém se calar para ser ouvida. Aquela que conquistou o respeito com amor e não com rédeas. Aquela que Eunápolis conhece e povo gosta dela.

Cordélia! Cordélia!

Clique para comentar

Deixe uma Resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *